Primeira moto: Conheça os melhores modelos!

Quem está pensando em comprar a primeira moto, pode acabar se deparando com diversa dúvidas. Afinal, quantas cilindradas são ideias para a primeira moto? Qual o melhor modelo para área urbana? Motos usadas valem mesmo a pena

Para esclarecer essas e outras dúvidas, trouxemos algumas dicas bem interessantes para você que está em busca da sua primeira motocicleta.

Moto nova ou usada?

Essa questão é bem relevante para quem está fazendo essa compra e podemos dizer que os dois casos podem valer a pena, dependendo do seus objetivos e prioridades em relação a primeira moto.

A moto nova tratá muitas vantagens, como por exemplo, a não necessidade de revisão no mecânico e a garantia que a concessionária proporciona.

Além disso, as motos lançadas em 2020 estarão proporcionando muito mais facilidade,  conforto e segurança para os motoristas. Isto sem contar com a tecnologia disponível!

Entretanto, para quem está realmente começando pilotar, pode não ser uma boa opção pegar uma moto zerada, pois corre os risos de ser danificado até que o motorista pegue prático.

Um outro ponto é o custo dessas duas categorias. Quem quer uma moto para começar a prender pegar o jeito no volante, pode encontrar mais vantagens em uma moto usada.

Quantas cilindradas escolher?

Não é de se surpreender que a recomendação seja escolher motocicletas cilindradas menores, afinal, você ainda estará começando a pilotar a sua primeira moto.

Mas é importante lembrar que existem motos de baixas cilindradas que possuem um bem desempenho em área urbana e não se saem mal em estradas, como é o caso da Honda Bros 2020.

Além disso, é interessante o motorista levar em conta o preço de aquisição desse modelo, que estará sendo muito mais acessível para o seu orçamento.

Quem já dirigia moto há algum tempo e está comprando a sua moto, pode apostar em alguns modelos de 350 cilindradas, os quais você encontra disponíveis em diversas marcas.

Qual marca escolher?

As cilindradas da sua moto nos levam a um outro ponto também muito importante: qual marca escolher? Existem vantagens e desvantagens para cada marca e trouxemos alguns exemplos para você ir preparado para as concessionárias.

Yamaha: Possui preços de aquisição e de peças mais altos que a  média, entretanto, tem ótimo desempenho, tecnologia e durabilidade.

Honda: Os preços são mais populares mas a desvalorização dos modelos pode prejudicar quem pretende vender a motocicleta em breve.

Suzuki: Os preços são superior à média, mas as motos tem maior potência e durabilidade.