Como receber o décimo terceiro do Bolsa Família?

Com o final do ano vem também a bonificação de natal, que representa uma renda extra importante para os brasileiros. E você sabia que esse valor também ficará disponível para os beneficiários do programa Bolsa Família? Veja tudo a seguir?

O que é o décimo terceiro?

O décimo terceiro salário é um benefício destinado aos trabalhadores brasileiros. O recurso fica disponível em dois níveis. O primeiro deles é o décimo proporcional e o segundo décimo integral, o benefício regular.

O valor deve ser pago pelo empregador como um pagamento extra equivalente a sua remuneração média. O pagador tem a opção de efetuar o pagamento em uma única prestação ou dividi-lo em duas vezes 

É importante ressaltar que existem prazos para a quitação das parcelas. Se optar por dividir o décimo, o empregador precisa realizar o primeiro pagamento até o dia 30 de novembro e o segundo até o dia 20 de dezembro.

Apesar do décimo terceiro salário ser um benefício destinado a quem trabalha com a carteira assinada, o Governo anunciou a liberação do direito para quem é beneficiário do Bolsa Família.

Quanto vou receber?

Se você faz parte do Bolsa Família, já deve estar atento ao calendário Bolsa Família 2020. E após a divulgação do pagamento do décimo para as famílias cadastradas, é preciso estar mais atencioso aos dias de pagamento da bolsa.

Mas afinal, quanto você irá receber? Bem, é válido mencionar que o valor do Bolsa Família pode ser diferente para cada beneficiário, uma vez que existe o acúmulo de benefícios como: acréscimo para dependente e gestantes.

O décimo proporcional é destinado para as famílias que estão a menos de 1 ano no programa. Nesse caso, a base do cálculo é a soma das bolsas divididas pelos meses recebidos.

Quem está a 12 meses ou mais no programa, recebe o décimo completo. Para esta categoria o cálculo é a soma das bolsas do último ano divididas por 12. 

Como receber?

Você pôde verificar nos parágrafos acima que o pagamento da bonificação de natal pode ser realizada pelo empregador em duas parcelas nas datas mencionadas. Mas vale lembrar que a regra é diferente para o Bolsa Família.

Nesse caso, os beneficiários recebem de acordo com o calendário Bolsa Família previsto no ano anterior pelo próprio Governo. 

E como previsto no próprio calendário do programa, recebe o décimo primeiro quem possui o número do NIS com final 1. O saque é efetuada através da conta regular vinculada ao Bolsa Família.